Destaques
A mulher assegura o emprego mais tempo que há 30 anos atrás
Na verdade, um estudo recente revelou que a mulher de hoje consegue assegurar o seu emprego durante mais tempo em comparação de há 30 anos atrás. A flexibilid . «Ler mais»

Trabalhar em openspace é uma fonte de distração
Um novo estudo revela que apenas 1 em cada 4 trabalhadores trabalha num ambiente de trabalho ideal. Ambientes de trabalho em openspace são cada vez mais popular . «Ler mais»

Redes Sociais
Publicidade
Artigos Populares
Golfinhos comunicam entre si pelo nome
É sabido, que os golfinhos possuem um sistema de comunicação bastante complexo e sofisticado. Um estudo feito recentemente, chegou á conclusão que os golfinhos . «Ler mais»

Bullying no local de trabalho
O bullying não é apenas um assunto abordado nas escolas e entre os adolescentes, o bullying na verdade também é um assunto presente na idade adulta e consequent . «Ler mais»

Qual é a necessidade de fazermos batota?


Cientistas tentam desvendar as causas que levam as pessoas a serem fraudulentas e desonestas, elaborando cada vez mais estratégias para saírem sucedidas de uma forma desleal.

Um dos grandes exemplos de fraude da atualidade, foi a confissão do famoso ciclista Lance Armstrong, que consequentemente pediu desculpas por usar drogas que influenciaram o seu desempenho para ganhar os seus 7 títulos alcançados. Em conferências posteriores, o ciclista, atribuiu a sua vontade em fazer batota, a uma compulsiva determinação de ganhar tudo a todo o custo.

Ainda assim, este caso é apenas um, de um grande leque aparentemente interminável de escândalos a todos os níveis, desporto, ciência, educação, finanças e muitos outros setores. Embora seja reconfortante pensar que a maioria das pessoas são honestas, enganar agindo desonestamente com o objetivo de ganhar alguma vantagem, é na verdade incrivelmente comum.

Em 1997 um inquérito levantado pelo professor, Donald McCabe da Universidade de Rutgers, em conjunto com a professora de Comportamento Organizacional, Linda K. Treviño da Universidade estatual da Pensilvânia, concluíram que pelo menos três quartos dos 1800 estudantes que efetuaram o inquérito, admitiram que copiam nos testes e que levam cábulas para estes mesmos.

Esta conclusão é de facto preocupante, pois uma vez que adolescentes estão dispostos a cometer este gesto fraudulento, copiando nos testes, com o fim de concluir um grau académico, será que no futuro serão estes mesmos jovens capazes de cometer outros atos semelhantes para conseguirem dar a volta por cima? Será que levar cabulas para os testes é apenas um pequeno treino do que virá a seguir?

Efetivamente, a humanidade em geral tem a tendência para seguir pelo caminho mais fácil, evitando a dor e o cansaço. Não se engane a você mesmo, mantenha-se leal e de mente e consciência limpa e tranquila, pois sempre ouvi dizer que devagar se vai ao longe. Não caia no impulso de passar por cima de alguém, nem de enganar o outro para se sentir mais confortável. Demonstre sempre ser confiável e honesto, provando-o ser e verá que a longo prazo esse será sem dúvida o caminho mais reconfortante. Não caia na tentação.

Facebook
Blog | Chora agora | Sobre | Contato | Politica de Privacidade
Copyright © 2013 www.mundoaroundus.com