Destaques
A mulher assegura o emprego mais tempo que há 30 anos atrás
Na verdade, um estudo recente revelou que a mulher de hoje consegue assegurar o seu emprego durante mais tempo em comparação de há 30 anos atrás. A flexibilid . «Ler mais»

Trabalhar em openspace é uma fonte de distração
Um novo estudo revela que apenas 1 em cada 4 trabalhadores trabalha num ambiente de trabalho ideal. Ambientes de trabalho em openspace são cada vez mais popular . «Ler mais»

Redes Sociais
Publicidade
Artigos Populares
Mudanças climáticas estão incrivelmente aceleradas
Na verdade o nosso planeta já passou e virá sempre a passar por sucessivos aquecimentos e esfriamentos. A questão que se põe é, com que rapidez é que estas muda . «Ler mais»

Os meus objetivos são atingíveis?
De facto, mesmo metas muito difíceis são atingíveis, se estiver munido das ferramentas necessárias para o sucesso. Na maioria dos casos, o esforço e a ambição, . «Ler mais»

Golfinhos comunicam entre si pelo nome

É sabido, que os golfinhos possuem um sistema de comunicação bastante complexo e sofisticado. Um estudo feito recentemente, chegou á conclusão que os golfinhos chamam, outros por um nome próprio.

Além de nós, os golfinhos são a única espécie, conhecida que se trata por um nome específico, de acordo com a última edição da “The Royal Society B.” A grande diferença é que a linguagem entre os golfinhos, consiste em assobios e não palavras.

“Estes animais, produzem cópias de assobios de outros golfinhos, quando estes estão separados. Este facto prevê assim, que esta espécie emite o assobio pertencente a um outro elemento, quando pretendem reunir-se com este mesmo”, disse o autor Stephanie King, da Universidade St. Andrews Sea Mammal, ao Discovery News.

King e seus colegas, estudaram 4 golfinhos adultos, recolhendo os seus sons produzidos. Esta pesquisa, acabou por revelar que os golfinhos, em estudo, desenvolveram os seus próprios assobios, que serviam como nome para interagiram entre si.

“Um golfinho emite o seu próprio assobio, para revelar a sua identidade e a sua presença, permitindo que outros o consigam identificar, mesmo a longas distâncias, explicou Stephanie King. O assobio dos golfinhos, podem ser detetados até uma distância de 20 quilómetros, dependendo da profundidade a que se encontram e da frequência do assobio.

Facebook
Blog | Chora agora | Sobre | Contato | Politica de Privacidade
Copyright © 2013 www.mundoaroundus.com