Destaques
A mulher assegura o emprego mais tempo que há 30 anos atrás
Na verdade, um estudo recente revelou que a mulher de hoje consegue assegurar o seu emprego durante mais tempo em comparação de há 30 anos atrás. A flexibilid . «Ler mais»

Trabalhar em openspace é uma fonte de distração
Um novo estudo revela que apenas 1 em cada 4 trabalhadores trabalha num ambiente de trabalho ideal. Ambientes de trabalho em openspace são cada vez mais popular . «Ler mais»

Redes Sociais
Publicidade
Artigos Populares
História da Internet
A Internet está relacionada à rapidez como um cidadão comunica e tem acesso a informações, a Internet tem revolucionado o mundo dos computadores e das comunicaç . «Ler mais»

Dicas para poupar dinheiro
Existem inúmeras maneiras relativamente fáceis de poupar dinheiro, algumas dessas maneiras poderão, levar um pouco de trabalho da sua parte, no entanto quem sab . «Ler mais»

Provas da existência de oceano em Marte

A Agencia Espacial Europeia, voltou a apresentar novas provas, agora mais convincentes, de que Marte hospedava um oceano, nas suas planícies do Norte. A verdade é que, o Radar da Sonda, conseguiu recolher sedimentos remanescentes, sedimentos estes que muito provavelmente são, provenientes do fundo do oceano, o que veio a contrabalançar novamente a ideia da existência de água líquida neste planeta, tal como a existência de um oceano neste local no passado.
Efetivamente, a noção de água em Marte e a possível existência de oceanos, na história deste planeta, não são novidade para ninguém. Contudo, com a presença destas novas provas, pode-se interpretar, que a evidência de grandes quantidades de água líquida em Marte, pôde ter contribuído para a existência de vida neste planeta, uma vez que a água desempenhou um papel importantíssimo na sua história geológica.


Estes dados revelados do satélite Mars express e do Radar Marsis, suportam a teoria, apontada pelos cientistas, de que Marte teve dois oceanos. O primeiro pensa-se que terá existido há cerca de 4 Biliões de anos atrás, quando Marte apresentava temperaturas mais quentes. O segundo pode ter sido originado, há 3 biliões de anos atrás, quando o gelo do subsolo derreteu na sequência de um grande impacto.
Em todo o caso, estudos não oferecem grandes expectativas, em relação à existência de vida em Marte no passado. Deste modo, os cientistas acreditam que os oceanos, não prevaleceram o tempo necessário para o desenvolvimento de vida. Ainda assim, análises feitas ao solo de Marte apresentam, um solo demasiado hostil, para a possibilidade de sobrevivência de qualquer forma de vida, na superfície do planeta.

Facebook
Blog | Chora agora | Sobre | Contato | Politica de Privacidade
Copyright © 2013 www.mundoaroundus.com