Destaques
A mulher assegura o emprego mais tempo que há 30 anos atrás
Na verdade, um estudo recente revelou que a mulher de hoje consegue assegurar o seu emprego durante mais tempo em comparação de há 30 anos atrás. A flexibilid . «Ler mais»

Trabalhar em openspace é uma fonte de distração
Um novo estudo revela que apenas 1 em cada 4 trabalhadores trabalha num ambiente de trabalho ideal. Ambientes de trabalho em openspace são cada vez mais popular . «Ler mais»

Redes Sociais
Publicidade
Artigos Populares
Estimulação nervosa pode prevenir enxaqueca
O estimulador é colocado sobre a testa e proporciona a estimulação elétrica do nervo supraorbital (nervo próximo das sobrancelhas). Para este mesmo estudo, fora . «Ler mais»

Os meus objetivos são atingíveis?
De facto, mesmo metas muito difíceis são atingíveis, se estiver munido das ferramentas necessárias para o sucesso. Na maioria dos casos, o esforço e a ambição, . «Ler mais»

Como devemos poupar ou talvez investir?

Em primeiro lugar, o que mais temos de reduzir é a compra de combustível, pois são as importações de petróleo, gás e carvão que desequilibram as nossas contas externas. Todos os investimentos que possamos fazer por exemplo: em Poupar Dinheiroeficiência energética, em produção de energia renovável, em isolamento térmico, em painéis térmicos de aquecimento de água, em lâmpadas económicas irá a longo prazo beneficiar as finanças publicas e a nossa economia.

Podemos também investir em Obrigações do Tesouro ou então amortizar o empréstimo da casa que vai aumentar o dinheiro disponível do banco e este irá ter menos necessidade de se financiar no exterior assim como reduzirá o custo da casa em vez de pagarmos 3 vezes mais, irá reduzir a necessidade nacional de financiamento externo. Evitar fazer empréstimos ou comprar coisas a prestações, é um ponto essencial. Ensinar e ajudar os filhos a poupar incutindo-lhes o hábito de acumular capital para mais tarde comprar o que querem com descontos de pronto pagamento e assim terem o mesmo produto por preço mais baixo.

Sendo a crise um conceito mental suscitado pela exposição da comunicação social, que acaba por produzir efeitos psicológicos, sociais e económicos. As notícias que se ouvem geram ansiedade e desconfiança face ao clima económico do País. As pessoas são induzidas a deixarem de consumir e investir, com implicações para a economia do país. Não deverá ser bem assim, as pessoas têm de consumir, apenas têm de tentar evitar consumir o que não é nacional, as pessoas devem investir, criar novas empresas com capital próprio e dar azo à imaginação e criatividade.

InvestimentosSe não houver capital, mas sabe fazer alguma coisa ou tem ideias geniais procure um parceiro ou parceira que saiba fazer também algo e não necessariamente o mesmo que você, façam sociedade e criem o vosso próprio negócio. Esta é uma forma de contornar a crise e de criar alguns postos de trabalho. Quem diz uma parceria a dois poderá ser a três ou quatro e acreditem que assim todos vingarão incluindo o seu País.

Facebook
Blog | Chora agora | Sobre | Contato | Politica de Privacidade
Copyright © 2013 www.mundoaroundus.com